Enfeite seu coração! Automaticamente estará enfeitando você! Heloísa Lugão

domingo, 8 de julho de 2012

Minha nobre vida de solteira


A minha grande amiga Grazi vive me dizendo que nesta minha fase de solteira teria que escrever um livro com as histórias porque a cada dia é uma confusão, encrenca, babado novo. Ao longo do blog vou divulgar algumas dessas histórias mirabolantes que eu vivi e vivo, mas hoje gostaria de falar de um assunto que muita gente corre ou fica na depressão: a vida de solteira. Se eu falar que estou mega feliz, sou solteira convicta e não quero um namorado estarei mentindo... Mas se eu falar que quero muito um namorado, não sou feliz sozinha também estarei mentindo, até mesmo porque estou procurando encarar a realidade e viver da melhor forma possível.

Sempre fui adepta aquele lema que devemos viver tudo com intensidade, até porque as coisas não voltam então procuro viver intensamente para não ficar com saudades depois, para não ficar pensando que poderia ter curtido mais aquela fase. No momento a minha fase é a fase solteira, fase que tem muita gente chorando pelos cantos, reclamando da vida e da solidão ou até mesmo em relacionamentos falidos pelo simples medo de estar solteira.

A fase de solteira que estou vivendo está sendo de uma maneira muito diferente indicada pelos livros de auto-ajuda, pelas 10 dicas de ser feliz solteira e pelo jeito que sempre vivi e encarei essa etapa. Estou vivendo uma calmaria. Nada de ir para a balada de segunda a segunda, de ter vários namoradinhos por ai, e nem de ficar choramingando pelos cantos ( isso não é indicado nos livros de auto-ajuda ), mas enfim, o que estou vivendo é algo novo e muito bom. Estou na fase do descobrimento, desvendar meus gostos, meus hobbys, minha identidade, minha personalidade... Descobrindo quem eu sou. Fase de mudança. Fase que prefiro mil vezes ficar em casa a sair por ai, atrás de balada e de gente que vai acabar com o resto de paciência que tenho.

Ultimamente tenho pensado bem nos convites que me aparecem. Questão dinheiro, de paciência e de entusiasmo. Coisa que nunca fui de fazer. Penso mil vezes em sair de casa: pensar em roupa, me arrumar, arrumar cabelo, make (só ai ando desistindo uns 50%, ando muito cansada ultimamente, trabalhando muito). Chega na balada os caras lindos ou estão namorando ou estão bêbados ou chegam na lindona do meu lado ou não são interessantes. Quando alguém me aborda ou é feio ou bêbado ou só sabe falar asneira ou beija e sai fora. Cara bêbado não, feio agente até pode fazer caridade se o cara for bacana, mas cadê os caras bacanas???? Eu não agüento mais ouvir sobre bebidas, o cara se achando para o meu lado, cara que beija, mas nem fala o nome, nem conversa um pouquinhos ( coisas vazias) só ai já são 25% de desistência em sair percentual baixo porque não saio mais para a caça, saio para me divertir o problema é que não estou com paciência para esse tipo de coisa mais. E os outros 25% ficam por conta do dinheiro.

Com isso prefiro ficar em casa ou optar pelos programas que abominava que sempre pensei em fazer, mas somente quando estivesse namorando. Sair para o barzinho com os amigos, sentar, tomar uma cerveja, comer um tira gosto e ficar horas ali conversando e rindo. Churrasco na casa de algum amigo. Jantarzinho no sábado à noite e depois ficar até de madrugada jogando banco imobiliário. Só um detalhe que a maioria dos meus amigos tem namorada (o), noivo (a) ou esposo (a), e tem alguns que já tem filhos (as). Ficar em casa lendo, arrumar minhas coisas, ver filme também faz parte dos meus programas e por estar em fase de descobertas estou tomando gosto pela: costura, gastronomia e artesanato. Estou descobrindo um lado que pensei que não existia. Um lado que ainda está começando a florescer. Mas eu saio às vezes para a balada também, não com muita freqüência como já foi mais saio sim. Mas para uma balada que tem musica que gosto, gente bonita, ambiente bom e a Cia dos meus alegres amigos.
O que quero passar é que fase de ser solteira não é simplesmente balada e viva La Vida Loka como eu já vivi. Fase de solteira é fase de balanço. Olhar porque o relacionamento não deu certo para que no próximo não seja cometido o mesmo erro. Momento de se conhecer, dar um tempo em certas coisas. Aprender a viver um pouquinho na solidão (eu sei muito bem como é chato, dolorido e sofrido, mas é preciso). Aprender a se amar mais para depois amar o outro. Não querer arrumar um namoro atrás do outro. Viver pra si e por si... É assim que tenho vivido.

Ps: vale lembrar que estou feliz solteira mas se aparecer um cara bem bacana que faça valer a pena a vida de solteira fica para trás rs.

6 comentários:

Das coisas que vejo e gosto. disse...

Oi Flor!
Aproveite essa fase para fazer coisas novas, diferentes. Conheça lugares novos. Visite museus, peças teatrais, cinema, um curso diferente...
Renove os ares!
Beijos!
Selma.

Ruby disse...

Cada coisa tem seu tempo, não pular etapas é o melhor e viver com tranquilidade cada uma das fases pra no futuro filtrar as boas lembranças e fazer das ruins um aprendizado.

Cíntia Milanese disse...

Menina, que blog lindo! Adorei :D
É minha primeira vez aqui, mas já coloquei na minha lista de favoritos. Agradeço a sua visita, volte sempre que quiser, vou ler seus posts com calma e voltarei sempre, tá? Amei! :)

Beijo.

"Gui" disse...

Gente incrível essa nossa fase.... Estou assim, hoje falei com um amigo pelo skype isso, que me sinto velha em plena juventude e casada em plena solteirice... Estou assim penso milhões de vezes antes de me arrumar e ir num lugar qualquer só para não ficar em casa, só em pensar numa noite perdida de sono, por nada me da preguiça.... Ultimamente prefiro um barzinho e voltar cedo para casa, ler um bom livro.... E estou feliz assim sabia.....
Está sendo uma fase de descoberta.....

muito engraçado nossas vidas parecem esta na mesma VIBE sempre...

Vert disse...

achei o seu blog por acaso e ler o seu textp me acalmou muito.
terminei um relacionamento recentemente e ficou um
mega vazio. Me pego questionando se um dia encontrarei alguem. mas enfim, realmente essa fase de solteira é uma fase para voltar a nós reconhecer. Autoconhecimento. acho q eu realmente esqueci de me amar.

lindo o seu texto!

Anônimo disse...

OI ADOREI ESSE BLOG ESTOU SOLTEIRA Á UM BOM TEMPO, MORO SOZINHA A QUASE 2 ANOS E ME SINTO ASSIM.ADORO FICAR EM CASA Ñ CURTO MAIS BALADA,TEM DIAS QUE BATE UMA SOLIDÃO INSUPORTÁVEL MAIS LOGO PASSA, MAS QUERO ENCONTRAR UM CARA LEGAL, UM HOMEM DE VERDADE;)