Enfeite seu coração! Automaticamente estará enfeitando você! Heloísa Lugão

domingo, 3 de março de 2013

E quando perde a graça já era


O L. sempre foi um querido, sempre falava comigo, todos os dias por sinal. Na época namorava e o motivo das minhas brigas era a minha amizade com o L. Meu namoro terminou e L. se aproximou me ajudando na superação e uma das formas foi me beijando. Estava um caco, ninguém me queria, gorda, acabada e sem autoestima nenhuma. Daí que o jogo virou. Ele simplesmente passou a me fazer de gato e sapato. Chamava-o para fazermos algo no final de semana e ele sempre já com suas programações, nunca me incluía. Sumia no final de semana e aparecia no final do domingo. Contava o que fez e o que deixou de fazer, quem levou pra cama, quem beijou e no final dizia “se arruma ai que estou passando pra te ver”.

Me arrumava, esperava ele e era a mesma coisa de sempre. Nunca mudou e assim foram 6 meses. Até que um dia vi que era demais aquilo. Era muita humilhação, carência, falta de amor-próprio por uma pessoa que lutou pelo que quis e quando conseguiu fez desdenha. Resolvi sair fora, vi que conseguia coisas melhores (em todos os sentidos), detalhe que ele dizia que era frio, que não corria atrás de mulher nenhuma e isso me deixava com medo, nunca se sabe o dia de amanhã.

 Atualmente tem 4 anos que não saímos e falta pouco para ele se rastejar nos meus pés, ele implora por um beijo meu até hoje, se humilha para mim. Não estou me achando e nem feliz por isso, ele apenas está pagando pelo o que fez. Ele sabe de tudo que fez, já pediu até desculpas e para eu esquecer tudo isso e tentarmos novamente, mas não dá já perdeu a graça...não quero mais.

O outro é F. nossa ele sempre fez meu tipo, apesar de ser mais velho, bonitão, bem sucedido, phynno, mas vivia me enrolando, já deu em cima de várias amigas minhas, atira para todos os lados. Um dia nos encontramos e ficamos. Pronto o jogo virou novamente. Ele me procura, diz até que me ama, faz mil promessas, mas perdeu a graça, não quero mais.

Eu sei que as pessoas não são objetos que eu falo “não quero mais” só que chega uma hora na sua vida que cansa se humilhar, implorar atenção, chega uma hora na sua vida que você percebe que não precisa e nem merece passar por esse tipo de situação. O cara quando quer ele vai te conquistar e quando você já estiver na dele vai fazer de tudo pra você ficar. Não adianta dizer que isso é balela porque todos nós sabemos disso. O cara quando quer ele vira em mil, passa por cima da vergonha, arruma grana pra sair com você, pega carro emprestado, vai dormir mais tarde pra te ver, não adianta se enganar, não adianta arrumar desculpas de onde não tem. Ele vai dá um jeito sempre.

Tenho muito disso: por ser intensa gosto muito das pessoas, mas se eu analisar que o cara tá me enrolando vou tirando meu time de campo até que perde a graça e quando perde a graça meu bem...já era. Geralmente eles procuram quando perde a graça. Quando agente encontra alguém “melhor”, quando sumimos, quando saímos de cena. Quando perco a graça não tem santo que faça voltar. Tem dias que sou até ignorante, eu heim, já falei que não quero e o cara fica lá, ligando, mandando torpedo, mandando email, me procurando, sou grossa mesmo e não tenho pena mais não porque se sou assim com ele, alguma coisa ele aprontou. Não tenho paciência para joguinhos, para homens que se acha o todo poderoso. Perde a graça e quando perde a graça...arrumo minhas coisas e vou embora.

 Quando eu vou não volto!

 
Obs: Pessoal fiz uma fanpage para me motivar mais no meu processo de emagrecimento. Lá colocarei dicas, fotos tudo para motivar quem quer emagrecer também. A fanpage é "Emagrecendo com a Lolô" conto com vocês lá!

2 comentários:

Gui - Descrevendo a vida, assim como ela é... disse...

Não é descartar as pessoas, é ter amor próprio suficiente de amar você antes de amar qualquer pessoa.
Se não me serve mais, Tchau!!!

bjs bjs

Das coisas que vejo e gosto. disse...

Oi flor!

Quando perde a graça é complicado, mesmo. E você está certa!
Beijos

Selma