Enfeite seu coração! Automaticamente estará enfeitando você! Heloísa Lugão

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

E ai já era é hora de recomeçar!

 
Não importa o quanto durou, o tamanho do amor que havia, o motivo do fim, mas acabou. Se acabou é porque algum motivo existia. Acabou porque um dos dois viu um motivo para chegar ao fim.
Sempre que meus relacionamentos (independente do tempo que durou) chegam ao fim o pior dia para mim é o dia seguinte. Acordo e sinto um vazio enorme, parece que metade de mim se foi. Sinto falta de ar. Daria tudo para não estar sentindo aquilo. Dou tudo para não sentir isso mais, mas pelo visto vou sentir muito isso ainda...é uma coisa que não muda em mim, é o meu jeito.
O luto é inevitável e merece muito ser curtido. Dou atenção a esse momento. Quero colo, abraço, carinho, atenção de todo mundo e dele que se foi também. Mas ele não vem me dá colo, ele talvez esteja como eu ou pior ou não esteja sentindo nada. Ele não pode vir, ele não quer vir, ele não tem motivo pra vir. Não importa eu sinto, sinto, sofro, choro, acho que vou morrer porque dói demais. Mas aprendi que de amor não morro e que preciso de forças para recomeçar. Começar do zero.
Descobri também nisso tudo que todos nós temos uma mola no fundo poço, só precisamos ativar. Já estamos no fundo poço, é escuro, é horrível, dói, dá preguiça de recomeçar, é muito ruim estar ali e todos nós sabemos o quanto é bom ser feliz, estar de bem com a vida, viver bem, ter paz, mas isso são coisas que não vemos. Isso tudo sumiu no meio da escuridão do fundo do poço. Não se vê nenhuma luz no fim do túnel. Não existe a chance, a possibilidade, a esperança e muito menos acreditar que vamos sair dali e que um dia teremos a paz novamente, a felicidade desejada, viver a vida leve e alegre. Porém, no fundo no fundo todos sabem que a vida é feita de fases e que essa fase ruim vai passar e que só depende de nós.
Viver o luto é bom. Dê atenção. Curta o momento. Come bastante chocolate, sorvete, escute as músicas que mais dói em você, fique um dia ao menos trancada no quarto escuro chorando, chore muito, fique na lama mesmo e sem culpa. Uma hora você vai cansar disso e vai querer dá a volta por cima. Uma hora vai se olhar no espelho e ver o caco de pessoa que você tornou. Vai ver que aquele relacionamento não era tão bom assim. Era muito ciúme, pose, brigas, não tinham respeito, vocês se agrediam verbalmente e até fisicamente, mentiras sobre mentiras, não existia muita compatibilidade, as agendas não se encontravam, enfim você vai ver que por mais que você goste do cara ele não era bom para ser seu namorado.
E ai que você vai querer recomeçar. Já aviso logo que não é uma etapa fácil. É complicada, tem pessoas que tudo na vida muda. Tem pessoas que se sentem altamente perdidas, mas no fim todas elas se encontram. Porém, só encontram quando procuram, quando correm atrás do que querem.
Doce ilusão para aqueles que correm da dor, que procuram nas baladas, em outras bocas, nas compras, na compulsão a saída do túnel. Um amor não se cura com outro amor. Um amor se cura recuperando o amor-próprio, recuperando a autoestima, fazendo o que gosta, descobrindo quem é você, conhecendo coisas novas. O amor se cura quando você se afasta do ex, corta todas as ligações com ele, afinal o que os olhos não vêem o coração não sente. É sumir dos olhos dele, não saber nada dele, não o deixar saber nada de você. É pensar no quer, no que foi, no que é. É ficar sozinha por um tempo, aprender a gosta da própria Cia, curtir a família, os amigos, fazer aquilo que tanto gostava e não podia por conta do namoro. É pensar no relacionamento passado e colocar na balança o que foi bom e o que não foi e decidir o que não quer mais em um relacionamento. È pensar sim, pensar em tudo. É mudar, nem que seja o corte de cabelo. É hora de descobrir, redescobrir. E quer saber uma coisa muiiito boa que vai descobrir: a força que você tem dentro de você e nem sabe que existe.

3 comentários:

Gui - Descrevendo a vida, assim como ela é... disse...

Amei.....

Super verdadeiro, também sou a favor do LUTO.... pois só assim você irá recomeçar novamente... Fácil não é, mas impossível também não...

bjs

Isabela Pimentel disse...

Lindo texto, todos temos que superar esta etapa e nos tornar mais fortes e melhores!

Kátia Moreira disse...

Perfeito.
Hoje não estou de luto!