Enfeite seu coração! Automaticamente estará enfeitando você! Heloísa Lugão

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

O que fui em 2012 e o que serei em 2013


Final de ano e todo mundo já faz mil e um planos para o ano que está cada vez mais próximo. Poucos fazem um balanço do ano, muitos desejam um ano melhor e eu sou uma dessas pessoas. Acredito que para que o próximo ano seja melhor do que ano passado precisamos fazer um balanço, ver o que foi bom e o que não foi, ver o que acertamos e o que erramos, ver as experiências adquiridas ao longo do ano e por ai. Tenho pensado muito nesse balanço de 2012.
Meu 2012 não saiu do jeitinho que eu queria, esperava e meu horóscopo previa. Os campos amorosos e profissionais deixaram muito a desejar. Pensei em vários pontos críticos, em várias reclamações, mas não consegui encontrar, apenas estes dois campos.
Descobri que 2012 foi o meu ano, literalmente meu. Consegui resolver meus problemas, aqueles que tinham comigo mesma. Me surpreendi, me valorizei, me conheci, me amei. Descobri muitas coisas e a mais fascinante descoberta foi a minha. 2012 me mostrou quem sou, o que gosto, o que quero, a minha personalidade, o meu caráter, a minha beleza.
Como eu superei, superei dores, perdas, desafios, limites, desapego. Superei com a minha dieta e atividade física. Sempre achei que nunca iria conseguir fazer dieta e muito menos atividade física, logo eu a rainha do sedentarismo. Emagreci 20kilos neste ano, aprendi e gostei de correr. Corro às vezes 2 vezes ao dia. Deixei de ir para a balada no final de semana para dormir cedo e acordar cedo para poder correr.
Superei dores e perdas que já mais pensei que iria superar. Vi a beleza de cada uma delas, mesmo com a dor. Doeu muito, passou, me fortaleci. Descobri com a dor o quanto sou forte e elas me deram aprendizado, experiência e fortalecimento.
Baladas...como já fizeram parte da minha vida e hoje já não fazem mais tanto sentido. Gosto sim de sair para dançar, porém vez ou outra. Prefiro um final de semana lendo, vendo filme (quanto mais velho melhor), ouvindo música, correr, curtir o sol, ou seja, ficar mais na paz, entretanto não dispenso uma sexta à noite em um barzinho com os amigos. Adorava boates e micaretas hoje opto pelo barzinho onde posso sentar, conversar, comer, beber algo e desfrutar da amável companhia dos meus amigos.
Aprendi a me amar, a gostar de mim, me achar linda descabelada e sem maquiagem, linda ao acordar, linda com a pior roupa, vi belezas em mim que nunca tinha visto e talvez ninguém ainda olhou. Aprendi a gostar da minha própria companhia, coisa que sempre que posso faço questão. Gosto de estar só, fazendo algo ou apenas pensando e me descobrindo. Fiquei de bem com o espelho, acontecimento inédito em 24 anos de vida. Descobri que sou inteligente, me descobri culta e não uma pessoa mesquinha, vazia e fútil.
Descobri a paixão pela escrita, pela leitura, por filmes antigos, seriados policiais, natureza, vida saudável, esportes, cultura, musicas com jazz e bossa, o que é amor-próprio, autoestima, valorizar si próprio.
A preferência mudou. Troquei baladas por noites com livros e filmes, o rostinho bonito e a cabeça vazia não fazem mais meu estilo, gosto agora de homem com cara de homem, barba de homem (como tenho apreciado uma barba mal feita) e atitude de homem. A vontade de praticar esportes e estar em contato com a natureza apareceu (isso nunca existiu aqui). A companhia de pessoas vazias foi trocada pela minha solidão (bem melhor e mais proveitoso). A comida gordurosa se recolheu e deu lugar a salada, frutas e integrais, o paladar mudou. Um programa de cinema, teatro agora cai muito bem.
Diminui o funk, eletrônico, axé, pagode e sertanejo e viciei em Los Hermanos, Papas da Língua, Mallu Magalhães, Marcelo Camelo, Luiza Possi, Maria Gadu, etc.
Na parte de relacionamento me surpreendi pela minha decisão (não sei não existe mais) e meu desanimo, o rápido desencantamento e aprendi ser um pouco fria (era impossível e hoje nem é mais tão impossível assim). Não quero e nem espero o cara perfeito, ainda não encontrei alguém que valesse a pena. Sem paciência pra gente que não sabe o que quer, amores platônicos, atitudes que não aprovo. Conheci um cara bacana sim, acho que em 2012 ele foi o único que me fez parar e suspirar por ele por um bom tempo e pra variar estávamos em tempos distintos, lance rápido que curti muito e marcou bastante. Um dos caras mais incríveis que conheci.
Conheci muita gente bacana, fiz muitas amizades, fortaleci as velhas amizades. Realizei sonhos, pensava que meu limite era até 100 e quando dei por mim ele era mais 1.000. Entrei em projeto voluntário. Conheci blogueira. Me livrei de tudo aquilo que me fazia mal (pessoas e coisas). Virei uma apaixonada por maquiagem e mais viciada em cosméticos. Optei pelo conforto e pela simplicidade das coisas. Conheci coisas e lugares finos.
Literalmente 2012 o meu ano, ano que me conheci e apaixonei por mim mesma. Pedi tanto um amor novo, verdadeiro e duradouro e ganhei: o meu!
Bem, o que será de 2013 eu não sei, mas o que foi 2012 sei perfeitamente. Inicio 2013 com a força e o aprendizado de 2012.
E você já fez seu balanço de 2012?!
E lista de metas para 2013?!

10 comentários:

Winnie Philipp Tavares disse...

Adorei seu post! Estou sempre lendo seu blog e adoro a maneira como se encontrou. Sempre me identifico muito pois estava e estou passando pelos mesmos momentos que você... Continue a escrever! É um prazer ler suas palavras!

Debby disse...

OI Helô..
Tai uma coisa que deixei de fazer sabia ? Planejamento a longo ou médio prazo.

Antes só comprava aquelas agendas com aquela parte de planejamento inicial, tipo: livros que pretendo ler. lugares que quero conhecer, filmes que vou assistir.
Resumo da opera não li um livro que estava na lista mas li vários que adorei, não viajei para canto algum eternamente as viagens eram sempre de dentro para fora.
E os filmes não assisti nenhumzinho da lista kkk
Então o ano de 2012 foi o ano da rebeldia mesmo.. mas com responsabilidade.
Só desejo viver intensamente cada dia do novo ano, quero sim.. sonhar com uma casa nova, um carro na cidade onde estou indo morar.
kkk
Bjs e um maravilhoso 2013 para você.
Debby :)

Gisley Scott disse...

Quanta honestidade! Tem como não ler até o final? :)- Estou muito feliz com suas escolhas, com suas metas e como elas moldaram sua saúde mental e emocional, fazendo que você optasse o que era melhor pra vc.As pessoas chamam isso de frieza e egoísmo, eu chamo isso de amor próprio.

Parabéns!

www.vivendolaforanoseua.blogspot.com

Flor de Lótus disse...

Oi,minha metadinha!Mega orgulhosa de ti, mesmo de longe acompanhei esse teu processo de amor-próprio e fico muito orgulhosa de ti,por toda essa evolução.Espero e quero muito te conhecer pessoalmente em 2013,espero que maio chegue logo.
E vou colocar um pouco do teu conhecimento em prática preciso aprender a me amar e a me valorizar e sim eu fiz meu balanço de 2012 e sim já tenho minhas metas para 2013.
Beijosss

António Jesus Batalha disse...

Passando pela net encontrei o seu blog, estive a folhear achei-o muito bom, feito com muito bom gosto.
Tenho um blog que gostava que o conhecesse e se desejar faça uma visita ao peregrino E Servo
Que haja paz e saúde no seu lar.
Sou António Batalha.

mrresse disse...

2012 como vc sabe não foi um ano nada bom para mim. Mas to sentindo que 2013 vai ser. Ainda tenho que te contar algumas coisas, mas vc sumiu.

Bjps

Nana disse...

Oie, td b? Tem presentinho no meu cantinho pra vc....passa lá...bj e fk c Deus.

Winnie disse...

Oláaa,

Sinto falta dos seus textos! Escreva mais hein?

Feliz 2013!

Das coisas que vejo e gosto. disse...

Oi flor!

Lindo o seu relato sobre o seu ano de 2012. Super estimulante para mim, pois tenho que mudar em muita coisa! Você nem faz idéia do bem que fez com esse post, obrigada!

Beijos!!!

Olha, passa lá no blog, que tem sorteio.

Beijos

Selma

Mima D. disse...

O que foi 2012 não quero que se repita em 2013.
Quero que 2013 seja melhor, mais limpo, mais leve, mais pleno de bons momentos.
Que as dificuldades ensinem, mas não incapacitem como em 2012.
E quero um encontro. Desses temperados a sorrisos e amizades queridas.
Bjs
Mima D.